Todo País

Continente e Ilhas

Todo o Ano

Em horário alargado

Fale connosco

212 841 984

As Perturbações do Humor

As perturbações afectivas, também conhecidas como perturbações do humor, trazem impacto negativo às vivências pessoais e têm como característica central um aumento na intensidade com que as emoções são experienciadas. 

A tristeza é uma resposta natural em situações de perda, derrota e desilusão, fazendo parte das experiências quotidianas. Da mesma forma, a alegria é uma expressão natural da sensação de prazer. Ambas se diferenciam assim da depressão e mania, que se enquadram nas perturbações do humor. Estas são diagnosticadas quando a tristeza ou o seu oposto são excessivamente intensas, têm maior durabilidade ao longo do tempo, são acompanhadas por outros sintomas e têm impacto no quotidiano, prejudicando o normal funcionamento da pessoa no trabalho, nas restantes atividades diárias e nos seus relacionamentos.


Tipologias de Depressão

São conhecidas diversas tipologias de depressão, que variam no âmbito da sua duração, intensidade, unipolaridade ou bipolaridade (quando há alternância entre fases de humor, da depressão à euforia), repetição ou não ao longo do tempo, associação a sintomas psicóticos, e mesmo a fases de tempo sazonal.


Origem da Depressão

A depressão resulta, de um modo geral, da combinação de fatores genéticos, ambientais e psicológicos.Alguns tipos de depressão podem ser herdados geneticamente. Acontecimentos traumáticos podem contribuir para o aparecimento da depressão, funcionando como desencadeadores ou facilitadores. O tipo de personalidade e a forma como cada indivíduo lida com as situações pode ter também influência no desencadear de uma depressão.


Sintomas da Depressão

Relativamente aos sintomas, na depressão o pensamento torna-se mais lento, existem ideias pessimistas e de culpa, desânimo, apatia, desinteresse, falta de concentração, perda de apetite. Surgem também dificuldades ao nível do sono, tais como pesadelos, insónias, despertares frequentes ou dormir mais do que o habitual.

Por outro lado, durante um episódio maníaco há uma elevação anormal e persistente do humor (euforia) e irritabilidade exacerbada. Há um aumento nos níveis de energia e a necessidade de sono diminui, bem como a capacidade em manter a atenção. A autoestima é aumentada com ideias de grandeza e de extrema autoconfiança, o que contribui para a perda de inibição social e para desenvolver comportamentos que podem ser prejudiciais.

Classifique este blog:
2
A Consulta de Psicologia no Domicílio
A segurança no combate à pandemia
 

© Fisiolar - Todos os direitos reservados.