Fisiolar

Fisiolar_escolha-consumidor-24

A Terapia da Fala na Terceira Idade

Sexta-feira, 19 Janeiro, 2024

A terapia da fala é benéfica em qualquer idade, sempre que existam queixas na área da comunicação e da alimentação. À medida que as pessoas envelhecem, é comum ocorrerem alterações nestas funções afetando a fala, a escrita ou a capacidade de se alimentarem pela boca, devido a uma série de fatores, incluindo o envelhecimento natural, doenças degenerativas, lesões cerebrais e distúrbios neurológicos.

A terapia da fala nos idosos pode ser útil em diversas situações, como:

  • Alterações na fala: Os idosos podem enfrentar problemas de articulação, voz, fluência e ressonância. A terapia da fala pode ajudar a melhorar a clareza da fala e a qualidade vocal.
  • Perturbações de linguagem: A capacidade de compreender o que nos é dito através de palavras ou de utilizar as palavras corretas para se expressar, fica muitas vezes comprometida após lesões cerebrais agudas (ex: AVC) ou crónicas (ex.: demência). A terapia da fala pode ajudar a recuperar  ou manter a capacidade de falar, entender e ler.
  • Disfagia: A disfagia é um problema de deglutição que pode afetar os idosos, tornando difícil a ingestão de alimentos e líquidos. A terapia da fala pode incluir exercícios para manter a capacidade de deglutir (ato de engolir) em segurança e de forma eficaz. A intervenção na disfagia é também uma forma de prevenção de complicações de saúde, pois esta patologia pode levar a problemas de saúde, como pneumonia por aspiração e desnutrição. 
  • Declínio cognitivo e dificuldades auditivas: A terapia da fala pode ser benéfica para ajudar os idosos a minimizar os efeitos do declínio cognitivo e da perda de audição associada ao envelhecimento, fornecendo estratégias para manter e melhorar as capacidades de comunicação.

Independentemente da função que o idoso tem alterada, a terapia da fala na terceira idade traz vários benefícios, pois tem como objetivos primários a melhoria da qualidade de vida e a manutenção da autonomia.  

Para além destes aspetos a intervenção de terapia da fala: 

(1) Promove a segurança do idoso através de estratégias de comunicação de emergência, que podem ser cruciais em situações de necessidade médica; 

(2) É uma aliada no apoio aos cuidadores fornecendo estratégias para uma comunicação mais eficaz, reduzindo a frustração em ambas as partes;

(3) Previne o aparecimento de problemas secundários como desnutrição, pneumonia ou depressão, que podem ser causados pela dificuldade de comunicação e alimentação inadequada.

Em resumo, a terapia da fala oferece muitas vantagens para os idosos, ajudando a melhorar a qualidade de vida, manter a independência e prevenir complicações de saúde relacionadas com a comunicação, linguagem e alimentação, sendo uma parte valiosa do cuidado à população idosa.

Tatiana Filipa Lopes Freitas

Tatiana Filipa Lopes Freitas

Terapeuta da Fala da Fisiolar, licenciada pela Escola de Saúde de Alcoitão e Pós-Graduada em Motricidade Orofacial pelo Instituto Ensino Profissional Avançado e Pós-Graduado. Trabalha com adultos e crianças com perturbações em diferentes áreas de intervenção: comunicação, linguagem oral e escrita, fala, motricidade orofacial e deglutição.

Porquê deslocar-se, se vamos ter consigo?

Uma experiência verdadeiramente conveniente e diferenciadora.
Scroll to Top