Fisiolar

Fisiolar_escolha-consumidor-24

O Papel da Fisioterapia na Paralisia Cerebral

A Paralisia Cerebral (PC) é um conjunto de distúrbios motores e de coordenação que afetam o movimento e o controlo muscular de uma pessoa. Esta condição resulta de danos ou anomalias no cérebro que ocorrem durante o desenvolvimento fetal, no parto ou nos primeiros anos de vida da criança. 

A Paralisia Cerebral é uma condição permanente, mas não é progressiva, o que significa que os sintomas não pioram com o tempo. Estes sintomas podem variar amplamente de pessoa para pessoa e podem incluir dificuldades motoras, alterações posturais, distúrbios sensoriais, dificuldades da fala e comunicação e dificuldades de deglutição. A severidade varia de ligeira a grave e pode afetar diferentes partes do corpo, em diferentes graus. 

A fisioterapia é uma parte muito importante no tratamento da paralisia cerebral e tem como principal objetivo ajudar a criança ou o adulto a atingir o seu máximo potencial de mobilidade e função, promovendo a independência e a participação em atividades da vida diária. A intervenção precoce pode ajudar a melhorar a função motora e a qualidade de vida das pessoas com esta condição. 

A fisioterapia para a paralisia cerebral inclui exercícios para melhorar o tónus muscular, a força, a flexibilidade, o equilíbrio e a coordenação motora. Além disso, pode ajudar a melhorar a capacidade respiratória e a mobilidade das articulações, prevenir contraturas musculares e melhorar a postura.

A fisioterapia deve ser personalizada e baseada nas necessidades individuais de cada paciente, devendo ter uma periodicidade regular, sendo igualmente importante que o paciente continue a praticar os exercícios fora das sessões seguindo as orientações do fisioterapeuta e que o tratamento seja multidisciplinar envolvendo médicos, terapeutas ocupacionais e terapeutas da fala.

Fisiolar

Fisiolar

Saúde ao Domicílio

Porquê deslocar-se, se vamos ter consigo?

Uma experiência verdadeiramente conveniente e diferenciadora.
Scroll to Top