Fisiolar

Fisiolar_escolha-consumidor-24

Comunicação com pessoas mais velhas nas épocas festivas

Sexta-feira, 8 Dezembro, 2023

Em muitas casas, as épocas festivas são sinónimo de convívio com a família e amigos, de partilha de momentos e de fortalecimento de laços.

À medida que todos crescem, envelhecem e os tempos evoluem, as formas e estilos de comunicação alteram-se, principalmente quando esses momentos acontecem com pessoas de diferentes gerações. No entanto, o facto destas interações acontecerem de forma diferente não é necessariamente pior ou menos encantadora e prazerosa. 

Se considerarmos que as crianças, os jovens e os seniores têm interesses e gostos diferentes provavelmente não terão muitos pontos em comum, mas o entretenimento e a partilha de conhecimento enriquecem qualquer um em qualquer idade. 

Inspire-se com as nossas dicas de atividades:

  • Jogos:  Jogar às cartas (ex: Sueca, Uno, Peixinho), Jogos de mesa (ex: Jenga, Mikado, Dominó), Jogos de tabuleiro (Monopólio, Trivial Pursuit, Pictionary, Cluedo).
  • Vídeos: As tecnologias são cada vez mais utilizadas no quotidiano e podem ajudar a promover  novos tópicos de conversa. Mostre pequenos vídeos e converse sobre isso (ex: highlights de jogos, vídeos de apanhados, vídeos de cidades que visitaram).
  • Fotografias: Como se diz na gíria popular “recordar é viver”. Partilhe acontecimentos recentes ou abra aquele álbum de fotografias antigo, esteja disponível para ouvir as memórias dos mais antigos.

Quando comunicamos com pessoas mais velhas devemos ter em atenção as fragilidades que a idade traz ao nível da audição, visão e do próprio raciocínio.

Utilize as seguintes estratégias para facilitar estes momentos de comunicação: 

  • Evite falar muito rápido.
  • Use uma linguagem simples e direta.
  • Olhe nos olhos enquanto fala.
  • Reforce a comunicação verbal com gestos.
  • Sorrisos e expressões faciais podem melhorar a compreensão e o envolvimento.
  • Reduza ruídos e distrações (ex: desligue a televisão em momentos de convívio).
  • Reformule ou repita calmamente, sempre que necessário.
  • Respeite o tempo necessário para que processem informações e evite interromper.
  • Use ferramentas visuais (fotos, desenhos ou escrita) para ajudar a transmitir informações de forma mais clara.
  • Seja paciente e empático e entenda que o processo pode levar mais tempo.
  • Encoraje-os a partilhar as suas histórias e pensamentos para criar um ambiente de comunicação mais bidirecional.
  • Tenha em consideração  a audição e visão da pessoa com quem está a comunicar e ajuste a sua comunicação conforme necessário.

Lembre-se que é importante adaptar a sua abordagem de acordo com as necessidades e preferências individuais de cada família e escute atentamente para estar aberto à comunicação bidirecional. 

Aproveite as épocas festivas para estar mais presente e fomentar os laços entre a sua família.

Tatiana Filipa Lopes Freitas

Tatiana Filipa Lopes Freitas

Terapeuta da Fala da Fisiolar, licenciada pela Escola de Saúde de Alcoitão e Pós-Graduada em Motricidade Orofacial pelo Instituto Ensino Profissional Avançado e Pós-Graduado. Trabalha com adultos e crianças com perturbações em diferentes áreas de intervenção: comunicação, linguagem oral e escrita, fala, motricidade orofacial e deglutição.

Porquê deslocar-se, se vamos ter consigo?

Uma experiência verdadeiramente conveniente e diferenciadora.
Scroll to Top