Todo País

Continente e Ilhas

Todo o Ano

Em horário alargado

Fale connosco

212 841 984

A Importância da Humanização no Sistema de Saúde

​Devido ao aumento de doenças crónicas e não só, a humanização no sistema de saúde é um tema actual. A humanização da saúde significa o respeito e conforto à pessoa humana e na criação de boas práticas. 

"A prioridade com a saúde passou a ser preconizada pela Organização das Nações Unidas (ONU) e Organização Mundial da Saúde (OMS) após a 1º Guerra Mundial. Em 1946, a ONU proclamou a sua constituição à nível internacional, pela primeira vez, a saúde como direito humano e posteriormente a partir da proclamação da Declaração dos Direitos Humanos em 1948" (Goulart & Chiari, 2010). 


A preocupação com a humanização dos serviços de saúde em Portugal

A necessidade de uma intervenção mais humanizada no atendimento prestados nos cuidados de saúde pelo serviço de saúde português e com a promoção da qualidade de atendimento do Serviço Nacional de Saúde (SNS), foi criado o programa "Humanização, acesso e atendimento no Serviço Nacional de Saúde", aprovado pelo Despacho n.0 19204/2001 de 13 de Setembro (Teixeira, 2009).

Foi criado no Plano Nacional de Saúde (PNS) 2004/2010 um capítulo de Qualidade em Saúde, em que há uma preocupação na orientação de estratégias à Humanização dos Serviços, propondo um novo enquadramento legal ao acesso à humanização dos serviços, da diversidade étnica à religiosa, investindo na formação dos membros das Comissões de Ética e revitalizando a Comissão Nacional de Humanização e Qualidade dos Serviços de Saúde.

As redes privadas de saúde também se preocupam com a humanização nos serviços através de protocolos e programas de atendimento na contribuição da melhora do doente. O conceito de humanização está ligado directamente com a forma de atendimento ao utente assim como o ambiente em que é prestado o atendimento, como cuidados com a luz, sons, ruídos, cuidados com artefactos, respeito com a privacidade e descanso do utente, entre outros factores (Lahóz, A.L.C. et al. 2009).


1- Lahóz,A.L.C., Nicolau, C.M., Paula,L.C.S., Juliane, R.C.T.P. (2009) Fisioterapia em UTI Pediátrica e Neonatal. Instituto da Criança- Hospital de Clínicas. FMUSP.

2 -Goulart, B. N., & Chiari, B. M. (2010). Humanização das Práticas do Profissional de Saúde - Contribuições para reflexão. Temas Livres , pp. 255-268.

3- Saúde, M. d. (2004). Plano Nacional de Saúde. Lisboa: Direcção-Geral da Saúde.

4- Saúde, M. (2004). Relatório Final da Oficina HumanizaSUS. Brasil: Brasília.

5-Teixeira, M. Z. (2009). Possíveis contribuições do modelo homeopático à humanização da formação médica. Revista Brasileira de Educação Médica , pp. 454-463.

Classifique este blog:
5
A Paralisia Obstétrica e o Papel da Fisioterapia
Classificação dos Recém-nascidos
 

© Fisiolar - Todos os direitos reservados.