Fisiolar

Fisiolar_escolha-consumidor-24

Dorsalgia

A dorsalgia é um termo médico utilizado para se referir à dor na região das costas, especificamente na área da coluna vertebral que corresponde à região torácica, também conhecida como região dorsal. Esta dor pode ser aguda ou crónica e pode variar em intensidade, duração e localização.

As causas da dorsalgia podem incluir:

  • Má postura;
  • Lesões e traumatismos, como quedas;
  • Espasmos musculares, tensão excessiva ou distensões musculares; 
  • Hérnia discal;
  • Problemas articulares;
  • Lesões nas costelas, inflamações ou fraturas;
  • Problemas internos, como questões cardíacas;
  • Stresse.

Os sintomas podem variar dependendo da causa subjacente da dor nas costas. No entanto, alguns dos principais sintomas que as pessoas podem experimentar quando sofrem de dorsalgia são rigidez ou dificuldade em mover a região das costas afetada, formigueiro, dormência ou fraqueza nos braços, abdómen ou outras áreas afetadas e  limitação da capacidade de realizar certos movimentos ou atividades, como levantar objetos, girar o corpo ou inclinar-se para frente.

O sintoma principal da dorsalgia é a dor nas costas que pode variar em intensidade, de leve a intensa, e pode ser constante ou intermitente. Em alguns casos, a dorsalgia pode estar associada a problemas nos músculos e estruturas que auxiliam na respiração, levando a desconforto respiratório.

É importante relembrar que a dor nas costas pode ser um sintoma de várias condições médicas diferentes. Além disso, nem todos os casos de dorsalgia têm os mesmos sintomas e cada caso é um caso. 

A dorsalgia pode ocorrer em qualquer idade, desde a infância até a idade avançada. A sua prevalência e as causas da dor nas costas podem variar ao longo das diferentes faixas etárias. Nas crianças e adolescentes a dor nas costas deve-se normalmente a problemas posturais, lesões desportivas, mochilas pesadas ou condições médicas subjacentes, como escoliose. Nos jovens adultos está muitas vezes relacionada com fatores como a má postura, um estilo de vida sedentário, lesões desportivas, stresse físico ou emocional e uso inadequado de computadores e dispositivos eletrónicos. Nos adultos meia-idade (40-60 anos) são mais frequentes os problemas relacionados à degeneração natural dos discos intervertebrais e das articulações, como as hérnias discais, osteoartrite e outras condições degenerativas. Na terceira idade são mais proeminentes, para além das condições degenerativas, os problemas de postura devido à perda de massa muscular e alterações ósseas.

Fisiolar

Fisiolar

Saúde e Apoio Domiciliário

Porquê deslocar-se, se vamos ter consigo?

Uma experiência verdadeiramente conveniente e diferenciadora.
Scroll to Top